quarta-feira, 8 de junho de 2011

FIGURAS REPRSENTATIVAS DA VILA DO CRATO QUANDO PASSOU À CATEGORIA DE CIDADE EM 1853


Por Antonio Correia Lima *

Por me dedicar ao estudo genealógico da nossa região, e por dispor de um vasto material ( Casamentos, Batismos e óbitos)transcritos dos livros eclesiásticos da Freguesia do Crato, referentes ao século XIX, e início do XX, resolvi me utilizar desta relação com o objetivo de informar e colher mais dados sobre as figuras abaixo para que possa alimentar a nossa página na Internet – ALGUMAS FAMÍLIAS CARIRIENSES( http://algumasfamiliascaririenses.blogspot.com/).
Portanto, peço a colaboração no sentido de se identificar as figuras representativas aqui relacionadas .


01 – Capitão Mor Joaquim Antonio Bezerra de Menezes , Dep. Provincial, eleito em 1838;
02 –Cel. Luiz Alves Pequeno , Presidente da Câmara em 1853;
03 – Felipe Teles de Mendonça ;
04 – Pedro José Gonçalves da Silva;
05 – Joaquim de Araújo Candéia;
06 - Joaquim Lopes/ Raimundo do Bilhar;
07 – Joaquim Pedroso Bembém;
08 – Miguel Henrique Xavier de Oliveira, Dep. Provincial, eleito em 1842;
09 – José Francisco Pereira Maia, Dep. Provincial, eleito em 1838;
10 - Joaquim Romão Batista, pai do Padre Cícero;
11 - José Romão Norões;
12 – José Vitoriano Maciel, Dep. Provincial eleito em 1838;
13 – José Ferreira de Menezes;
14 – Francisco Lião da Franca Alencar, pai de Seu Nelson do Lameiro , e outros;
15 – José Esmeraldo da Silva, tronco da família Esmeraldo ;
16 – Antonio Ferreira de Mello;
17 - João Soares de Oliveira;
18 – Francisco Gomes de Matos;
19 – Antonio Ferreira Lima;
20 – Felismino Marques Peixoto, era o pai do Padre Peixoto;
21 – Antonio José de Carvalho;
22 – Francisco Lôbo de Macedo;
23 – Benedito da Silva Garrido;
24 – Laureno Briseno da Silva;
25 – José Antonio de Figueirêdo;
26 – Hildebrando Sisnando Batista;
27 – Joaquim Gomes de Mattos;
28 - Childerico Cícero de Alencar Araripe;
29 – Raimundo Gomes de Matos;
30 – José Germano Bezerra de Menezes;
31 – José Pinheiro Bezerra de Menezes;
32 – Antonio Duarte Pinheiro;
33 – Joaquim Saraiva;
34 – Manuel Pereira de Araújo Caçula;
35 – Joaquim Secundo Chaves;
36 – Antonio Ferreira Lôbo;
37 – Mariano de Oliveira e Souza;
38 – Jesuino Brizeno da Silva;
39 - Joaquim José de Santana Milfont;
40 – Joaquim Jácome Pequeno;
41 – José de Souza Rolim;
42 – Manuel Leite Xenofonte de Oliveira, tronco da família Xenofonte de Oliveira, do sítio Catingueira, em Ponta da Serra;
43 – João Vitoriano Gomes Leitão;
44 – Vicente Alves de Lima;
45 – Antonio Romão Batista;
46 – José Alves da Silva Bacurau;
47 - Joaquim Bezerra de Menezes;
48 – Leandro Bezerra de Menezes;
49 – Miguel Ferreira Nobre, tronco da família Ferreira Nobre do Baixio das Palmeirias;
50 – Manuel Lopes Abath;
51 – Miguel Bezerra Frazão;
52 – Domingo Lopes de Sena;
53 – Antonio Raimundo Brígido dos Santos, Dep. Provincial eleito em 1838;
54 – Antonio Teles de Mendonça;
55 – Francisco Dias Azêde e Melo;
56 – Adriano Pinheiro Lamdim;
57 - José do Monte Furtado;
58 – Ricardo José de Araújo Vilar, tronco da família Vilar, tendo sido proprietário do sítio Patos, em Ponta da Serra, e outros;
59 – Eufrásio Alves de Brito( Major) um dos troncos da família Brito/Macário, da Malhada, onde foi proprietário, tendo sido, também, dono do sítio Ponta da Serra. Era Senhor dono de escravos;
60 – Antonio Brito Correia, era irmão do Major Eufrásio, e dele descendem os Brito da Palmeirinha e do sítio Juá. Era Senhor dono de escravos;
61 –– Francisco José de Brito, (Yoyô de Brito) pai do Cel Chico de Brito, e avô de Francisco José , repórter da TV Globo, proprietário do Sítio São Bento, à época. Era um dos troncos da família Brito da Malhada;
62 – Antonio Francelino Correia;
63 – Joaquim Francelino da Cunha;
64 – Leandro de Melo Chaves, Dr. Dep. Provincial eleito em 1858, depois Dep. Geral.

PADRES EXISTENTES NA VILA DO CRATO EM 1853
01 – Padre Joaquim Ferreira Lima Verde, proprietário do sítio Fábrica , e Santa Fé,e tronco familiar da Família Limaverde;
02 – Padre João Marrocos Teles, pai de José Joaquim Marroco Teles, ferrenho defensor do Padre Cícero, nascido em Crato;
03 – Manuel Joaquim Ayres do Nascimento, que foi Párocho em Crato por muitos anos,tendo sido Dep. Provincial eleito em 1840.
( Fonte: Revista Itaytera Nº 1, ANO 1855)
Antonio Correia Lima, graduado em História pela Universidade Regional do Cariri – URCA, e se dedica ao estudo genealógico da região do Cariri. Editor do Blog http://algumasfamiliascaririenses.blogspot.com/




8 comentários:

  1. Adorei seu texto, sendo que encontrei uma informação muito valiosa para minha pesquisa sobre o processo de ocupação da Vila Miguel Xavier (Miguel Henrique Xavier de Oliveira fundador dessa vila em caririaçu-ce) eu to tentando juntar mais material sobre ele.
    Eu sou professor de história, cratense e morador dessa vila, é muito importante pra mim tentar resgatar a história local dessa comunidade que não dispõe de outras fontes a respeito de suas origens, onde apenas possuem fontes orais que estão sujeitas ao esquecimento.
    Mais uma vez parabens pelo texto e se possivel eu gostaria de receber mais informaçoes sobre essa figura ilustre da história do crato.
    meu email é: cgomeslopes@bol.com.br meu blog é: loucosporhistorialocal@blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. sou filha de um cratense {luiz germano pereira{
    louca pelas historia dai

    ResponderExcluir
  3. mais uma vez estou comentando esse texto e querendo ajuda para minha pesquisa sobre a história de Miguel Xavier. Meu blog loucoporhistorialocal.blogspot.com tem um material sobre a história do cariri feito por mim quando era graduando de história, ficaria honrado por sua vizita a meu blog.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite gostaria de informação da família Alves Pequeno

    Meu nome Alvanir Alves pequeno Facebook alvanir.pequeno twitter alvanirpequeno

    ResponderExcluir
  5. deixo meu comentario procuro jose ferreira nobre e maria ferreira nobre sao meus avos , na cidade de crato, tb procuro minha mae maria deusimar ferreira de oliveira que pode ter mudado quando separou do meu pai,sou de crato nao conheço ninguem,fui adotada aqui em sao paulo., vi tb na lista ferreira nobre como nos documentos meus tem , quem de crato souber alguma pista. por favor deixe outro comentario aqui. meu nome e adriana maria, faz 36 anos que nao vejo nem meus avos, nem minha mae em crato. deus o abençoe
    A T E N Ç A O............................

    ResponderExcluir
  6. Meu pai grande-grande foi nomeado João Soares de Oliveira, como n º 17.
    Ele nasceu em Salvador, Bahia, em janeiro de 1843.

    Eu tenho algumas informações sobre ele, se você acha que ele poderia ser esta pessoa.

    Bonjour,
    Mon arrière grand-père s'appelait Joao Soares de Oliveira, comme le N°17. J'ai des informations sur lui, si cela peut vous intéresser.

    Emmanuel de Oliveira
    France - Paris.
    edeoliveira@live.fr

    ResponderExcluir
  7. chamo-me LOURIVAL PIMENTA DE OLIVEIRA. so bisneto de Miguel Henrique Xavier de Oliveira - deputado provincial em 1842. moro em Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, desde 1956. advogo ha 36 anos e nessa área profissional faço parceria com filha na capital, com filho no interior e com colegas em Mato Grosso do Sul e em Rosana perto da divisa com o Estado do Paraná. em julho passado estive em Joazeiro do Norte, em Caririaçu e em Missão Velha. Sou filho de José Pimenta de Oliveira e Eulália Xavier de Oliveira, ambos de Crato e antigos moradores de Missão Velha. Pretendo voltar e visitar Crato e Barbalha. advocaciapimenta@hotmail.com - site pimenta e ramalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha avó também é bisneta de Miguel xavier.

      Excluir